A Aventura
da Terra
Um planeta em evolução

VÁRIOS

«Sem Colecção» / 11
152 pp (quadricomia)

Formato: 17cm x 24cm
ISBN: 978-989-680-041-3
Data de Publicação: Novembro de 2011
PVP: 18,70 euros
 

Coordenadora: Maria Amélia Martins-Loução
Prefácio: António Sampaio da Nóvoa

Um livro que prima pelo rigor científico, mas de leitura acessível e profusamente ilustrado, e que desvenda a evolução do nosso planeta, começando pela origem do próprio Universo e do sistema solar.

Vinte surpreendentes capítulos, redigidos maioritariamente por especialistas da Faculdade de Ciências e do Museu Nacional de História Natural da Universidade de Lisboa, abordam diversos conteúdos, desde a história da Terra e a origem e diversificação da vida, até à evolução e impacto da espécie humana no planeta. Uma empolgante viagem pelo tempo geológico que ajuda a compreender as condições necessárias para o aumento da complexidade, da adaptação e consequente percurso evolutivo da vida.

OS AUTORES:
A. M. Galopim de Carvalho, Ana Amorim, António Ribeiro, Carlos Marques da Silva, Cecília Sérgio, Fernanda Madalena Costa, Fernando Catarino, Fernando J. A. S. Barriga, Francisco Fatela, Graça Ramalhinho, Hugo Cardoso, Ireneia Melo, J. A. Quartau, João Mata, Liliana Póvoas, Manuela Sim-Sim, Maria Amélia Martins-Loução, Maria Judite Alves, Nuno Pimentel, Rogério Tenreiro, Rui Jorge Agostinho, Vanda Faria dos Santos, Viriato Soromenho-Marques

SOBRE A COORDENADORA:
Maria Amélia Martins-Loução.
Doutora em Biologia (especialidade Ecologia) pela Universidade de Lisboa. Vice-Reitora da Universidade de Lisboa. Professora Catedrática da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa. Foi Directora do Jardim Botânico do Museu Nacional de História Natural. Tem sido coordenadora, consultora e revisora de projectos a nível nacional e internacional. Tem sido coordenadora de livros, nacionais e internacionais, e de volumes temáticos de revistas internacionais nas áreas da Ecologia, Botânica e Microbiologia dos Solos. É autora de mais de 170 títulos (capítulos de livros e artigos internacionais) e de mais de 20 artigos de divulgação científica. Foi seleccionada como correspondente estrangeira do CSIC (Centro Superior de Investigação Científica, Espanha) para a área de mobilização de nutrientes do solo (1986-1990). Em 2006 foi admitida como Académica Correspondente Estrangeira da Academia Real de Farmácia de Espanha. Recebeu o 1º Prémio Iberoamericano de Botânica, Prémio Cortez de Cádiz, em 2010.

Esta obra foi publicada sob a responsabilidade científica da Reitoria da Universidade de Lisboa e do Museu Nacional de História Natural e com o apoio da Fundação Calouste Gulbenkian através do Programa Gulbenkian Ambiente e do Serviço de Ciência.