Há cabelos
que sorriem

DIOGO ANTUNES

Esfera Contemporânea / 84
96 pp

Formato: 15cm x 22cm
ISBN: 978-989-680-205-9
Data de Publicação: Fevereiro de 2017
PVP: 10,90 euros

2ª edição: Agosto de 2017
 

Os avós conheceram-se no meio de uma guerra. Ele fazia poesia com a Natureza e ela tinha um magnífico cabelo que sorria.

 

Um divórcio, um caderno de recordações e uma aldeia longínqua, numa África utópica, talvez numa das ex-colónias portuguesas. É neste universo que o pequeno narrador se vê envolvido. E é com a sua ingenuidade e perspicácia que relata sonhos e perdas.

 

Através de uma escrita pueril, esta aventura transporta-nos para um infinito de possibili­dades, com o passado e o futuro a intersectarem-se sem qualquer rigidez cronológica e com o leitor a ser sugado para essa teia complexa que é a imaginação de uma criança sem nome.

Algures, bem no interior de uma savana, ficamos a conhecer Perdida, uma mulher cujo cabelo espelha um maravilhoso sorriso. Mas o narrador deambula também por uma qual­quer cidade, numa correria infernal e dramática, tentando evitar o divórcio dos seus pais, prisioneiro de uma paixão infantil não correspondida e sempre em confronto com a frivolidade do mundo dos adultos e as incoerências da vida.

 

SOBRE O AUTOR:

Diogo Antunes nasceu em Lisboa a 20 de Janeiro de 1995. Cresceu nos subúrbios da capi­tal, onde actualmente vive. Frequenta o último ano da Faculdade de Direito da Universi­dade de Lisboa e tem como objectivo de vida dar sorrisos à sua mãe. A sua paixão é a vida. E a vida são as palavras que uma boca se esqueceu de dizer. Este autor não faz ideia dos contornos do seu futuro, mas sabe que a sua felicidade está dentro de um livro, empoeirado, por abrir.