Do Ultimato
à(s) República(s)
Variações literárias e culturais

VÁRIOS

Luso-Graphias/Phonias / 2
432 pp

Formato: 17cm x 24cm
ISBN: 978-989-680-048-2
Data de Publicação: Novembro de 2011
PVP: 21,70 euros
 

Um longo diálogo sobre tópicos que marcam a nossa cultura desde finais do séc. XIX e que se reflecte sobre o que somos, fomos e seremos…

Do Ultimato aos nossos dias: a literatura e a cultura portuguesas em revista!
Temas, autores e textos que favorecem uma visão diferente, diversificada e convivial da nossa identidade e das suas crises. Um intenso debate, travado por 27 autores, que atravessa todas as faces da nossa vida colectiva: da política às artes, da literatura à ciência, das personalidades aos factos, das instituições ao enquadramento, do nacional ao internacional, muito embora com especial enfoque na literatura e na cultura.

OS AUTORES:
Amadeu Carvalho Homem • Alexina Vila Maior • Amadeu Prado de Lacerda • Annabela Rita • António de Macedo • António Moniz • Augusto Moutinho Borges • Carlos Leone • Dionísio Vila Maior • Ernesto Castro Leal • Ernesto Rodrigues • Fernando Cristóvão • Glória Bastos e Ana Isabel Vasconcelos • João Caetano • João Maurício Barreiro Bráz • Joaquim Miguel Patrício • José Eduardo Franco • Luís Machado de Abreu • Maria de Jesus Reis Cabral • Maria Isabel Morán Cabanas • Maria José Craveiro • Paulo Alexandre Loução • Rosa Maria Sequeira • Rui Sousa • Simion Doru Cristea • Teresa Nunes

OS COORDENADORES:
Annabela Rita. Doutorada e com Agregação em Literatura. Professora na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. Presidente das Direcções do CLEPUL (Centro de Literaturas e Culturas Lusófonas e Europeias da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa) e da APT (Associação Portuguesa de Tradutores) e do Conselho Consultivo da CompaRes (Associação Internacional de Estudos Ibero-Eslavos). Membro do Conselho de Administração do OLP (Observatório da Língua Portuguesa). Além da direcção de várias colecções, da edição prefaciada de autores nacionais consagrados, de vasta colaboração dispersa em Portugal e no estrangeiro, com frequente participação em júris de prémios literários nacionais e internacionais, é autora de diversas obras ensaísticas, nomeadamente: Cartografias Literárias, 2010; Itinerário, 2009; No Fundo dos Espelhos (2 vols.), 2003-07; Emergências Estéticas, 2006; Breves & Longas no País das Maravilhas, 2004; Labirinto Sensível, 2003; Eça de Queirós Cronista. Do “Distrito de Évora” (1867) às “Farpas” (1871-72), 1998.
Dionísio Vila Maior. Doutorado em Literatura Portuguesa. Professor na Universidade Aberta. Investigador do CLEPUL. Professor-investigador do Séminaire d’Études Lusophones (Univ. de Paris IV - Sorbonne). Professor convidado na Universidade Marie Curie (Lublin). Maestro do Coro Mozart. Publicou, entre outras, as seguintes obras: A Revivência dos Sentidos – Estudos de Literatura Portuguesa, 2009; Estudos Pessoanos, 2004; O Sujeito Modernista: Fernando Pessoa, Mário de Sá-Carneiro, Almada Negreiros e António Ferro: crise e superação do sujeito, 2003; Literatura e Fim de Século, 2002; A Geração de 70 e a Geração de Orpheu: Portugal em Questão (em colab.), 2001; Pessoa, Sá-Carneiro e Almada: Representação Estético-Ideológica, 2000; Introdução ao Modernismo, 1996; Fernando Pessoa: Heteronímia e Dialogismo, 1994.

COLECCÇÃO LUSO-GRAPHIAS/PHONIAS
Directores: Annabela Rita • Béata Elżbieta Cieszyńska • Fernando Cristóvão • José Eduardo Franco • José Jorge Letria • José Rosas
Responsabilidade científica: CLEPUL, Centro de Estudos de Literaturas e Culturas Lusófonas e Europeias da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa
Instituições associadas: IECC, Instituto Europeu de Ciências da Cultura Padre Manuel Antunes • Revista Letras Com Vida • LusoSofia, Biblioteca OnLine de Filosofia e Cultura, Universidade da Beira Interior • APT, Associação Portuguesa de Tradutores • CompaRes, Associação Internacional de Estudos Ibero-Eslavos • Observatório da Língua Portuguesa • SPA, Sociedade Portuguesa de Autores • Fundação para a Ciência e a Tecnologia